Ronaldinho Gaúcho rompe silêncio no Paraguai e dá primeira entrevista depois de prisão

PARCEIROS DO SITE


 

Ronaldinho Gaúcho rompe silêncio no Paraguai e dá primeira entrevista depois de prisão

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho deu sua primeira entrevista depois que foi detido por uso de passaporte falso no Paraguai, publicada nesta segunda-feira pelo jornal local ABC Color. Entre recordações de sua carreira, contou como está vivendo em prisão domiciliar desde 7 de abril no hotel Palmaroga, em Assunção, com o seu irmão Roberto Assis, depois de 32 dias detidos na Agrupación Especializada, quartel da Polícia Nacional do país, transformado em cadeia de segurança máxima. E, claro, sua expectativa para resolver o problema com a Justiça.
- Tenho fé. Esperamos que possam utilizar e confirmar tudo o que declaramos sobre nossa posição no caso e que possamos sair dessa situação o mais breve possível.
"A primeira coisa que farei é dar um beijo na minha mãe"
- Ela vive dias difíceis desde o início da pandemia de covid-19 na sua casa. Depois será absorver o impacto que essa situação gerou e seguir adiante com fé e força - disse Ronaldinho.
O craque disse que viajou para Assunção por causa de dois eventos em que devia comparecer por contrato: lançamento de um cassino online e do livro Craque da Vida, esse último organizado pela empresa que tem os direitos de exploração da obra no Paraguai.
- Tudo que fazemos é em virtude de contratos geridos pelo meu irmão, que é meu representante.

Postar um comentário

0 Comentários