Análise: Futuro do Corinthians com Giuliano tende a ser promissor

PARCEIROS DO SITE


 

Análise: Futuro do Corinthians com Giuliano tende a ser promissor

 LanceA estreia de Giuliano pelo Corinthians foi boa, muito embora o jogo entre Santos e Timão, no último domingo (8), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro, não fosse tão bom assim.

Ainda que o desempenho corintiano no Clássico Alvinegro estivesse longe dos melhores, deu para vislumbrar um futuro promissor com o primeiro dos dois reforços que do time na temporada.

Se o início de Sylvinho no comando técnico do Corinthians dependia de um Cantillo como primeiro volante, para dar qualidade ao passe longo, além da ‘Mosquitodependência’, com as jogadas de linha de fundo de Gustavo Mosquito, pelo lado direito, agora a equipe ganhou repertório. E não demorou muito para Giuliano apresentar os primeiros menus do seu cardápio: arranque deixando três adversários para trás e passe açucarado colocando Mosquito na cara do gol, mas o atacante desperdiçando, ao parar na boa defesa do goleiro santista João Paulo.

É bem verdade que o garoto Vitinho vinha ganhando espaço pelo setor onde Giuliano atua. No entanto, o jovem tinha alguns problemas, como a oscilação e a dificuldade em recomposição central – tanto que no duelo contra o Peixe, Sylvinho optou por Roni, ainda em pior fase, mas pela qualidade defensiva na faixa do meio-campo, mesmo sem ser o primeiro homem do setor. Essas dificuldades de Vitinho, inclusive, são naturais para um atleta em formação.

Já Giuliano, assim como Renato Augusto, outro jogador contratado recentemente, mas que não estreou, pois está se condicionando fisicamente, é um atleta com bagagem ampla, que o fez adquirir maior versatilidade no meio-campo.

De ‘plus’ ainda há o ‘corintianismo’ de Giuliano, que proporcionará naturalmente maior entrega em campo, pela sua torcida pelo time do Parque São Jorge desde a infância.

O otimismo quanto a um futuro promissor do Corinthians com os reforços está na qualificação técnica de um time que já definiu o seu modelo tático.

Giuliano, em seu primeiro jogo pelo Timão, já se mostrou interessado e qualificado para melhorar a equipe. Renato Augusto tem bagagem com a camisa corintiana e chega ao Parque São Jorge proporcionando ao torcedor corintiano a expectativa de manter ou até melhorar o desempenho entre 2013 e 2015, quando o camisa 8 foi campeão da Recopa Sul-Americana e venceu o Brasileirão, sendo o craque da competição.

E dentro de tudo isso, também vale uma menção honrosa ao garoto Adson, de 20 anos, que tem se fixado na titularidade do Timão e atuando bem, seja explorando a velocidade pelo lado direito, tanto na qualidade do passe ofensiva, quando atua mais por dentro, centralizado.

Postar um comentário

0 Comentários