Detento é encontrado morto com pênis decepado e coração arrancado no Paraná

PARCEIROS DO SITE


 

Detento é encontrado morto com pênis decepado e coração arrancado no Paraná

  Um homem de 30 anos, que estava preso na Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste, condenado a 23 anos de prisão por estupro de vulnerável, foi morto pelos companheiros de cela durante a madrugada da última quarta-feira (18).

A vítima foi encontrada com o pescoço cortado, o pênis decepado e dentro de sua boca, o coração arrancado e diversos outros cortes pelo corpo.

Polícia Civil ouviu os três companheiros de cela do detento, identificado como Alex Sandro de Souza Mota. Ao delegado, um deles confessou o crime e, como justificativa, disse que só cometeu o assassinato pois estava obedecendo ordens das vozes em sua cabeça.

“Na cela do PECO, um dos detentos desferiu o primeiro golpe contra o pescoço da vítima e acabou causando sangramentos e percebeu que possivelmente teria matado a vítima. Após isso, ele deitou a vítima em uma cama e começou a fazer alguns cortes com o objetivo de retirar o coração e também retirou o pênis, colocando na boca da vítima. Segundo o executor, ele ouvia vozes que disseram como ele deveria proceder e onde cortar” disse o Delegado Izaías Cordeiro de Lima, responsável pela investigação.

A Polícia Civil esteve no local para colher as primeiras informações e, durante os depoimentos, ficou claro que todos os companheiros de cela de Alex Sandro estavam envolvidos no crime. Uma pessoa executou os golpes e outros dois homens prestaram apoio, segurando a vítima.

O delegado afirma que apenas o executor confessou o crime e que, a medida em que as informações forem se encaixando, será possível elucidar o caso e punir todos os envolvidos.

Como todos já estão presos, a polícia seguirá as investigações e pedirá uma nova prisão preventiva dos detentos.

Com informações do portal Umuarama News

Postar um comentário

0 Comentários