Esporte divulga protocolos sanitários dos jogos oficiais do Paraná

PARCEIROS DO SITE


 

Esporte divulga protocolos sanitários dos jogos oficiais do Paraná

 Protocolos sanitários dos jogos oficiais do Paraná são divulgados . Foto: Esporte Paraná

© Esporte Paraná

A retomada do calendário dos jogos oficiais do Paraná está confirmada. Com as competições, também foram definidos os protocolos sanitários das atividades esportivas no Estado. Nesta quarta-feira (4), a Diretoria de Esportes e a Coordenação de Rendimento, por meio da Superintendência do Esporte, divulgaram osprotocolos dos sete eventos esportivos deste ano.

Os eventos já confirmados são os Jogos da Juventude do Paraná (JOJUPS), Jogos Universitários do Paraná (JUPS), Jogos Abertos do Paraná (JAPS), Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná (PARAJAPS), Jogos Abertos de Combate do Paraná (JAPS Combate), Jogos Abertos Master do Paraná (JAPS Master) e Juventude Boa de Bola.

O coordenador de Esporte e Eventos, Emerson Venturini, explica que os protocolos são essenciais para a realização dos eventos. “Foram elaborados pela Paraná Esporte e chancelados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Neles constam as diretrizes a serem respeitadas por todos os envolvidos nos eventos, staff, atletas, dirigentes, arbitragem e toda a comunidade esportiva do estado”, disse.

"Os eventos da Coordenação de Esportes de Rendimento são realizados em parceria com os municípios sede, que terão que cumprir rigorosamente as determinações constantes nos protocolos para assegurarmos a segurança de todos os envolvidos", acrescentou.

Os protocolos sanitários têm medidas de proteção coletiva e individuais. Também serão necessárias as higienizações e descontaminações nas instalações esportivas e não esportivas.  As competições ainda sofreram adequações, começando com a não permanência de equipes nas cidades-sedes – apenas times que avancem para as finais. 

Outro exemplo é a mudança nas reuniões e os congressos técnicos. Com o protocolo sanitário, eles devem ser programados em plataformas virtuais, de modo a evitar aglomerações. Também há redução das equipes técnicas que acompanham os atletas nos jogos e a presença proibida de público nos locais de competição.

 Nos protocolos sanitários ainda está a rastreabilidade dos participantes. As equipes deverão produzir relatórios com todas as pessoas das delegações, meio de transporte utilizado, hospedagem (em casos necessários), entre outros.

Postar um comentário

0 Comentários