EUA concluem retirada das tropas do Afeganistão após 20 anos de ocupação

PARCEIROS DO SITE


 

EUA concluem retirada das tropas do Afeganistão após 20 anos de ocupação

  Moradores olham para veículo danificado por um ataque de foguete em Cabul, capital do Afeganistão, em 30 de agosto de 2021. Foguetes atingiram um bairro próximo ao aeroporto internacional Hamid Karzai. — Foto: Khwaja Tawfiq Sediqi/APAs tropas americanas deixaram o Afeganistão na segunda-feira (30), segundo o governo dos Estados Unidos que corria contra o tempo para concluir a retirada de militares, aliados e colaboradores até a data limite de 31 de agosto.

Com a partida dos últimos voos do exército americano do aeroporto internacional de Cabul, tem fim as duas décadas de ocupação americana neste país do Oriente Médio.

O chefe do Comando Central dos EUA, órgão responsável pelas operações militares no Oriente Médio, general Frank McKenzie, disse em entrevista coletiva que o embaixador americano em Cabul embarcou, na segunda, no último voo a deixar o aeroporto internacional da capital afegã.

O Talibã, que voltou ao poder em 15 de agosto, tomou o controle do aeroporto, que estava sob comando dos EUA desde a queda do governo afegão para o grupo extremista.

Nova tentativa de ataque


Mais cedo, o sistema de defesa antimísseis dos Estados Unidos interceptou cinco foguetes lançados contra o aeroporto de Cabul, capital do Afeganistão. O ataque não interrompeu os últimos voos de retirada.

Foguetes também atingiram apartamentos residenciais em um bairro próximo, segundo a agência de notícias Associated Press. Eles caíram em Salim Karwan, bairro a cerca de 3 km do aeroporto, disseram testemunhas à agência.

Estado Islâmico assumiu responsabilidade pelos ataques, segundo a agência Reuters. "Pela graça do Deus Todo-Poderoso, os soldados do Califado atacaram o aeroporto internacional de Cabul com seis foguetes Katyusha", disse o grupo em uma rede social.

No bairro de Chahr-e-Shaheed, um carro destruído que parece ter sido usado no ataque tinha tubos de lançamento foguetes caseiros montados no lugar do banco de traseiro.

O Estado Islâmico e outros grupos terroristas costumam montar esses tubos em veículos e transportá-los, sem serem detectados, até perto do alvo.

Postar um comentário

0 Comentários