EUA passam fácil pela Sérvia e vão buscar o hepta no basquete feminino

PARCEIROS DO SITE


 

EUA passam fácil pela Sérvia e vão buscar o hepta no basquete feminino

 Brittney Griner (camisa 15) é cumprimentada pelas companheiras após uma cesta difícil contra a Sérvia — Foto: Gregory Shamus/Getty Images

Só resta um jogo para o rolo compressor chamado seleção feminina de basquete dos Estados Unidos fazer história novamente. Com mais uma vitória fácil nas Olimpíadas de Tóquio 2020, as americanas despacharam a Sérvia, atual campeã europeia, por 79 a 59, na semifinal disputada na madrugada desta sexta-feira em Saitama.

Na noite de sábado, às 23h30 (horário de Brasília), a versão feminina do Dream Team disputa sua sétima medalha de ouro consecutiva; a adversária sai do confronto entre França e Japão, às 8h desta sexta. O heptacampeonato igualaria o maior período de hegemonia olímpica da versão masculina, campeã de sete Olimpíadas entre Berlim 1936 e Cidade do México 1968.

A tirar pela semifinal, será uma missão quase impossível impedir o feito. A Sérvia seguiu à risca a estratégia para vencer o basquete americano: cadenciar o jogo e defender com intensidade para conter o alto volume de ataque das hexacampeãs olímpicas. Funcionou em parte: os Estados Unidos marcaram apenas 79 pontos, abaixo da média de 84,8 por partida.

Do outro lado, porém, as campeãs europeias erraram demais, às vezes sozinhas, anulando o bom trabalho ofensivo e permitindo às americanas saírem em velocidade como desejam. O péssimo aproveitamento de 28% nos arremessos de quadra e as 12 posses de bola desperdiçadas deram origem a 36 rebotes defensivos e 12 pontos em contra-ataque para os EUA.

A pivô Brittney Griner foi o maior destaque das americanas no jogo. Ela teve um duplo-duplo de 15 pontos e 12 rebotes. A armadora Chelsea Gray saiu do banco para contribuir 14 pontos, e a lateral Breanna Stewart acrescentou 12 pontos e 10 rebotes. Yvonne Anderson foi a única jogadora da Sérvia a pontuar em dígitos duplos, com 15 pontos.

Postar um comentário

0 Comentários