Grêmio confirma transferências de Matheus Henrique e Ruan ao Sassuolo, da Itália

PARCEIROS DO SITE


 

Grêmio confirma transferências de Matheus Henrique e Ruan ao Sassuolo, da Itália

 Matheus Henrique comemora gol marcado pelo Grêmio diante do Lanús — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Grêmio confirmou, no início da tarde desta quarta-feira, as transferências de Matheus Henrique e Ruan ao Sassuolo, da Itália. A informação foi divulgada no site oficial do Tricolor, assim como nas redes sociais do clube italiano.

Matheus Henrique será emprestado até o dia 30 de junho de 2022 ao Sassuolo, com obrigação de compra de 100% dos direitos do volante. 


Assim, ele não atua mais pelo Grêmio na temporada e inclusive se despediu do clube nas redes sociais (veja o post abaixo). O meio-campista agradeceu o clube e disse que seu "sangue é azul, preto e branco".

Já Ruan teve a venda de 100% dos direitos ao Sassuolo, que acertou a permanência do zagueiro no Grêmio sob condição de empréstimo até o dia 31 de dezembro de 2021. O Grêmio mantém 60% do valor do negócio com a saída do zagueiro. O restante do valor será repassado ao Novo Hamburgo e investidores.

Tanto na negociação de Matheus Henrique, como a de Ruan, o Grêmio manterá 10% de mais-valia. Ou seja, numa futura transação de um dos jogadores, o Tricolor receberá esse percentual em cima da diferença entre o valor pago pelo Sassuolo ao Grêmio e o recebido pelos italianos em uma eventual venda.

Matheus Henrique deixa o Grêmio após disputar 139 jogos, com 11 gols marcados. Promovido ao grupo principal em 2017, o volante formou nos seus melhores momentos uma dupla com Maicon que serviu como base para o que o técnico Renato Portaluppi chamou de "o melhor futebol do Brasil". Em 2019, chegou a ser convocado para a Seleção pelo técnico Tite.

Ruan, zagueiro do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

Ruan tinha contrato apenas até dezembro de 2022 e um dos menores salários do elenco atual. O zagueiro poderia assinar um pré-contrato com qualquer clube a partir de junho do ano que vem.

O jogador de 22 anos entrou de vez no rol de observados por clubes europeus neste ano após ter sequência com as lesões de Geromel e Kannemann. A pressão dos interessados aumentou, e o risco do defensor sair sem render nada acelerou a chance de saída.

Postar um comentário

0 Comentários