Fiocruz volta a liberar doses da AstraZeneca nesta terça-feira

PARCEIROS DO SITE


 

Fiocruz volta a liberar doses da AstraZeneca nesta terça-feira

  Entrega da vacina AstraZeneca foi interrompida por duas semanas

Entrega da vacina AstraZeneca foi interrompida por duas semanas

REUTERS

Após interromper temporariamente a entrega de novas doses da vacina da AstraZeneca por falta de insumos, a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) volta a liberar o imunizante ao Ministério da Saúde. Segundo a fundação, o primeiro lote está passando pelo controle de qualidade e deve ser entregue nesta terça-feira (14).

O número de doses que serão entregues nesta terça ainda não foi divulgado, mas a previsão de liberação neste mês é de cerca de 15 milhões de vacinas. A fundação afirma que o quantitativo de vacinas já entregues e a previsão de setembro não indicam escassez de vacinas para aplicação da segunda dose.

"A Fiocruz, por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), é responsável pela produção e entrega das vacinas ao Ministério da Saúde, que as distribui para os estados e estes aos municípios, cabendo aos gestores a decisão sobre o uso das doses", afirma a fundação em nota.

Mas o atraso gerou desabastecimento de vacinas em alguns estados. Na cidade de São Paulo, os estoques de AstraZeneca acabaram na última sexta-feira (10). Para não evitar mais atrasos na imunização, o governo do estado autorizou a adoção do esquema heterólogo e aplica a segunda dose da Pfizer em quem recebeu a primeira de AstraZeneca.

De acordo com Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Imunização, pelo menos 1 milhão de pessoas no estado de São Paulo foram afetadas pelo atraso na entrega dos imunizantes até a última sexta-feira.

Questionado, o Ministério da Saúde não detalhou quantas doses irá receber e nem para quais Estados distribuirá as vacinas. A pasta também não disse quando as vacinas irão chegar às unidades da federação.


Postar um comentário

0 Comentários