Investimentos do Governo em Pato Branco somam R$ 276 milhões, maior da história do município

PARCEIROS DO SITE


 

Investimentos do Governo em Pato Branco somam R$ 276 milhões, maior da história do município

  Foto: Jonathan Campos/AEN

© Jonathan Campos/AEN

Construção de 400 casas populares, implantação do Polo de Biotecnologia do Parque Tecnológico, conclusão das obras de ampliação do Aeroporto Municipal Juvenal Loureiro Cardoso, instalação de usinas fotovoltaicas em escolas e prédios públicos, pavimentação de vias, construção e reforma de unidades de saúde e R$ 100 milhões em saneamento. Esses são alguns dos investimentos viabilizados pelo Governo do Estado a Pato Branco, no Sudoeste do Paraná.

Os recursos, que somam cerca de R$ 276 milhões, foram confirmados nesta quinta-feira (9) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e fazem parte do maior pacote de investimentos da história do município. Eles incluem obras e projetos de diferentes órgãos estaduais, como as Secretarias de Estado do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (SEDU), da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), da Saúde (SESA), Sanepar e Cohapar. 

Na solenidade, o governador também entregou as obras do Contorno Noroeste de Pato Branco, que recebeu investimento de R$ 30 milhões da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística. “São investimentos importantes, dentro de uma visão do governo de entender por completo os desafios de cada área, desde a infraestrutura até a questão social”, disse Ratinho Junior.

“Pato Branco é uma cidade importante para nós. Um País é desenvolvido quando tem boas regiões polo, quando a riqueza não está centralizada somente em uma cidade”, salientou o governador. “Os investimentos que fazemos no Interior, e Pato Branco é um exemplo, buscam sanar uma dívida histórica. Por muito tempo o Estado centralizou recursos na Capital. Os investimentos não podem ficar concentrados, precisamos ter boas cidades como referência porque elas ajudam os municípios menores do seu entorno. Uma cidade puxa a outra”.  

O maior investimento é da Sanepar, no valor de R$ 100 milhões em projetos de saneamento e para melhorias do abastecimento do município. “Um sonho antigo é resolver a questão do saneamento no bairro São João, que precisa do tratamento de esgoto. Além disso, o investimento da companhia também vai dar mais segurança no abastecimento. Por causa do relevo, em algumas épocas do ano há desabastecimento nas regiões mais altas”, explicou o chefe da Casa Civil, Guto Silva. 

“Com o apoio do Governo do Estado, podemos fazer o maior anúncio de obras na história do município”, afirmou o prefeito Robson Cantu. “São projetos previstos no nosso plano de governo, e que agora podem sair do papel para beneficiar a sociedade de Pato Branco”.

AEROPORTO – Com R$ 27 milhões destinados pelo Governo, a prefeitura vai concluir as obras de ampliação do Aeroporto Municipal, incluindo o aumento da pista. O terminal já tinha recebido investimentos do Estado e foi um dos contemplados no programa Voe Paraná, que deve ser retomado no pós-pandemia.

Os recursos também representam uma grande modernização da infraestrutura do município, além de projetos na área de esporte e lazer. A Secretaria do Desenvolvimento Urbano, por exemplo, está aportando R$ 36 milhões, entre transferências voluntárias (a fundo perdido), emendas parlamentares e recursos disponibilizados pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), da parceria entre a SEDU, o Paranacidade e a Fomento Paraná. 

Esse valor vai viabilizar a construção de uma usina de asfalto, recape e pavimentação de diversas ruas, modernização do parque de máquinas da prefeitura, aquisição de veículos, construção de um parque no bairro São João, duas unidades do programa Meu Campinho, que serão instaladas nos bairros Planalto e Veneza, reforma e ampliação do Céu das Artes e construção do Centro de Ginástica Rítmica no Parque Anchieta.

Além disso, parte desses recursos será destinada a projetos inovadores, com foco também na sustentabilidade. Pato Branco é uma das cidades contempladas em um programa pioneiro no País, que prevê a instalação de painéis solares para geração de energia em escolas e outros prédios públicos. Em Pato Branco, o investimento nas usinas fotovoltaicas é de R$ 8,4 milhões. Mais R$ 5 milhões serão utilizados na construção da primeira etapa do Polo de Biotecnologia do Parque Tecnológico do município. 

"Um País é desenvolvido quando tem boas regiões polo, quando a riqueza não está centralizada somente em uma cidade”, disse o governador. Foto: José Fernando Ogura/AEN

HABITAÇÃO – A área da habitação também será beneficiada. Por meio do programa Casa Fácil, da Cohapar, o Estado vai subsidiar o valor de entrada a 600 famílias que irão adquirir sua casa própria no município. Em todo o Paraná, o investimento do Governo no programa é de R$ 450 milhões. 

Nesses projetos, o governo entra com um subsídio de R$ 15 mil por imóvel a famílias com renda de até três salários mínimos, contempladas nos projetos habitacionais financiados pelo programa Casa Verde e Amarela, do governo federal, em parceria com as construtoras e com a Caixa Econômica. 

Além disso, também serão construídas no município 40 moradias para pessoas idosas, dentro do programa Viver Mais Paraná. A iniciativa do Governo do Paraná beneficia pessoas com mais de 60 anos que não tenham casa própria. O imóvel é disponibilizado por meio de um aluguel social e, além da residência, parceria com a prefeitura também garante o acesso dos idosos a uma completa infraestrutura de saúde, assistência social e lazer.

SAÚDE – O Governo do Estado também também garante investimentos para melhorias no atendimento da saúde. Duas novas unidades básicas serão construídas no município, nos bairros São Francisco e Parque do Som, além da reforma em unidades já existentes nas regiões de Fraron, Nova Espero, São Cristóvão, Pinheirinho e São João.

Já por meio da Secretaria da Agricultura, o Estado vai revitalizar estradas no interior do município, além de construir uma unidade do Restaurante Popular Comida Boa, que traz segurança alimentar à população em situação de vulnerabilidade social ao oferecer refeições baratas e nutricionalmente balanceadas.  

Governador Ratinho Junior cumpriu agenda com prefeitos do Sudoeste nesta quinta. Foto: José Fernando Ogura/AEN

PRESENÇAS – Participaram do evento o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano; o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti; os secretários de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, e do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, João Carlos Ortega; o deputado federal Vermelho; os deputados estaduais Nelson Luersen, Paulo Litro e Luiz Fernando Guerra; e o presidente da Amsop e prefeito de Bom Sucesso do Sul, Nilson Feversani.

Postar um comentário

0 Comentários