EUA começam a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19

PARCEIROS DO SITE


 

EUA começam a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19

  

(Reuters) – Os Estados Unidos começaram a administrar vacinas contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos nesta quarta-feira, a faixa etária mais recente a receber liberação para os imunizantes que oferecem proteção da doença a quem os recebe e àqueles ao seu redor.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) recomendou a vacina da Pfizer/BioNTech para uso amplo nesta faixa etária na terça-feira, quatro dias depois de ela ser autorizada pela Agência de Alimentos e Medicamentos norte-americana (FDA).

Só um número limitado das 15 milhões de doses sendo distribuídas agora estará disponível nesta quarta-feira. Acredita-se que elas serão mais amplamente acessíveis em consultórios e hospitais pediátricos e em farmácias na semana que vem.

Para alguns pais norte-americanos, a notícia demorou a chegar.

Courtney Mitchell, de Durham, na Carolina do Norte, disse que acordou às 6h desta quarta-feira para agendar uma vacinação para Jane, sua filha de cinco anos.

“Eu me senti me inscrevendo para ingressos de show cobiçados”, contou a mãe de 42 anos a respeito do agendamento da dose inicial de sábado em uma farmácia da rede Walgreens.

As grandes redes de farmácias do país, Walgreens Boots Alliance, CVS Health e Rite Aid, estão entre as que oferecem agendamentos para o próximo final de semana.

Enquanto cerca de 58% dos norte-americanos estão totalmente vacinados contra a Covid-19, cerca de 28 milhões de crianças de menos de 12 anos não estavam autorizadas a se imunizar até agora.

Postar um comentário

0 Comentários