COCAMAR UNIDADE DE NOVA FÁTIMA COMEÇOU A FAZER A DISTRIBUIÇÃO DE 'SOBRAS' PARA SEUS COOPERADOS

PARCEIROS DO SITE


 

COCAMAR UNIDADE DE NOVA FÁTIMA COMEÇOU A FAZER A DISTRIBUIÇÃO DE 'SOBRAS' PARA SEUS COOPERADOS


A Cocamar começou nesta segunda, 13, a distribuição para seus Produtores, a distribuição de Sobras, na Unidade Cocamar de Nova Fátima. O montante é a soma do pagamento de sobras do exercício 2021,  da participação deles em vários programas, além de créditos em conta capital. 

PRESENÇAS

Marcou presença nesta manhã de segunda, na Unidade Cocamar do Prefeito de Nova Fátima, Roberto Carlos Messias, gerentes da Cooperativa de Crédito Sicredi e Banco do Brasil Jairo, Fernanda e Geovane, autoridades local e Produtores Cooperados de um modo geral. Gerente da unidade Cocamar de Nova Fátima Claudinei Donizete Marcondes, Supervisora Fernanda Minchuerri, João Sadão gerente do cooperativismo da Cocamar.

O volume de recursos anunciado é praticamente 35% superior ao total distribuído em dezembro do ano passado,  sendo que cada um dos mais de 16 mil cooperados que movimentaram em 2021 com a cooperativa, têm direito a um cheque no valor proporcional à sua participação.  Para cada saca de soja, está sendo pago um complemento de preço de R$ 3,00; para cada saca de milho, R$ 0,80; para cada saca de milho de baixo padrão, R$ 11,00; para cada saca de sorgo, R$ 0,70; para cada saca de trigo, R$ 0,80; para cada saca de trigo tipos II e III, R$ 5,00; para cada saca de café, R$ 10,00, e para cada caixa de laranja, R$ 0,25.

A distribuição de sobras é tradicionalmente antecipada para a primeira quinzena do mês de dezembro e o resultado final é anunciado na Assembleia Geral Ordinária de prestação de contas do exercício 2021, a ser realizada no início do próximo ano. Os cheques estão  à disposição  em horário comercial, em todas as unidades de atendimento nos estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Entre as principais cooperativas agropecuárias brasileiras, a Cocamar tem previsão de faturar R$ 9,5 bilhões em 2021, um recorde, bem acima dos R$ 7 bilhões alcançados no ano passado e mais que o dobro em comparação aos R$ 4,6 bilhões registrados em 2019.

O anúncio da distribuição de sobras acontece numa semana em que a cooperativa conquistou uma das mais cobiçadas premiações do cooperativismo brasileiro: a faixa ouro do Prêmio SomosCoop Excelência de Gestão, um reconhecimento prestado a cada dois anos pelo Sistema Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e Sescoop Nacional às cooperativas de todos os segmentos que mais avançam por meio da adoção e desenvolvimento de boas práticas de identidade cooperativista, governança e gestão.











Postar um comentário

0 Comentários