Eclipse solar deste sábado (4) será visível apenas na Antártida

PARCEIROS DO SITE


 

Eclipse solar deste sábado (4) será visível apenas na Antártida

 

Um eclipse solar ocorre quando a Lua se interpõe entre a Terra e o Sol, ocultando a luz solar

Um eclipse solar ocorre quando a Lua se interpõe entre a Terra e o Sol, ocultando a luz solar

O dia virará noite em uma estreita faixa de terra na Antártida durante um eclipse solar total que deve durar exatamente um minuto e 54 segundos na manhã deste sábado (4). No Brasil, assim como em boa parte do mundo, o fenômeno não será sequer parcialmente visível.

"A esperança é que pesquisadores instalados em bases científicas registrem o evento e o compartilhem com o resto do mundo", afirma o professor Cássio Barbosa, astrofísico da FEI (Faculdade de Engenharia Industrial).

Segundo Barbosa, um eclipse ocorre quando há o alinhamento das órbitas do Sol, da Lua e da Terra quase que em linha reta. No caso de um eclipse solar, a Lua se interpõe entre a Terra e o Sol, ocultando total ou parcialmente a luz solar em uma estreita faixa na superfície terrestre. Já no caso de um eclipse lunar, a Terra é que fica no meio. Dessa forma, a Lua é ocultada total ou parcialmente pela sombra do nosso planeta.

“A diferença entre os dois fenômenos explica por que um eclipse solar só é visto na sua totalidade em uma estreita faixa da Terra, enquanto o eclipse lunar é visto por todos que estão nos lugares onde é noite. Como a Lua é muito menor do que o Sol, ela não pode obscurecer todo o astro, apenas uma parte dele. Já no caso do eclipse lunar, como a Terra é muito maior do que a Lua, todos podem observar o fenômeno, desde que seja noite", diz o professor.

Na figura 1 (abaixo), enquanto a faixa azul-escura mostra onde o eclipse será totalmente visível, as faixas azul-claras sinalizam os lugares onde o fenômeno poderá ser visto parcialmente. É possível visualizar que a maior parte dessa faixa compreende as águas do oceano, mas também engloba uma pequena parte da África do Sul.

Eclipse ocorre quando há o alinhamento das órbitas do Sol, da Lua e da Terra

Eclipse ocorre quando há o alinhamento das órbitas do Sol, da Lua e da Terra

De acordo com o professor, ainda vai levar algum tempo para que brasileiros tenham a oportunidade de observar um eclipse solar em sua totalidade — mais especificamente, 680 dias, até 14 de outubro de 2023. Nessa data, parte das regiões Norte e Nordeste do país ficará 100% encoberta pela luz solar.

A faixa vermelha da figura 2 (abaixo) compreende a área onde o eclipse de 2023 será total. É possível ver que ela é relativamente longa e passa pelo oeste dos Estados Unidos e pela América Central até chegar finalmente ao Brasil.

Figura 1

Figura 1

DIVULGAÇÃO: NASA
Figura 2

Figura 2

REPRODUÇÃO: NASA

Postar um comentário

0 Comentários