Paulinho será sexto campeão mundial a voltar ao Corinthians; relembre como foram os outros

PARCEIROS DO SITE


 

Paulinho será sexto campeão mundial a voltar ao Corinthians; relembre como foram os outros

 

Paulinho festeja o título mundial do Corinthians em 2012, com Douglas — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Paulinho festeja o título mundial do Corinthians em 2012, com Douglas — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians 

É questão de tempo para que Paulinho seja anunciado como o primeiro reforço do Corinthians para 2022. O meio-campista tem acerto verbal para firmar dois anos de contrato com o Timão e teve até imagens no CT Joaquim Grava vazadas nas redes sociais, na última segunda-feira.

Paulinho regressa após oito anos e meio no exterior e será o sexto campeão mundial pelo Corinthians, em 2012, a voltar ao clube.

Antes dele, o Timão recontratou o lateral-esquerdo Fábio Santos, o volante Ralf, o atacante Emerson Sheik e o técnico Tite, além do ex-lateral Alessandro, que atualmente atua como gerente de futebol.

Com exceção de Fábio Santos, que ainda não conquistou títulos nesta segunda passagem pelo clube, todos os outros levantaram taças ao retornarem ao Corinthians.

Ralf regressou em 2018, após duas temporadas na China, e faturou dois Campeonatos Paulistas, em 2018 e 2019, antes de deixar o clube no começo de 2020, a pedido do técnico Tiago Nunes. Depois disso, ele passou pelo Avaí e, no mês passado, fechou com Cianorte, do Paraná.

Sheik também voltou a vestir a camisa alvinegra em 2018, depois de três anos fora e passagens por Botafogo, Flamengo e Ponte Preta. Ele faturou o Estadual daquele ano e se aposentou ao final da temporada, com direito a festa na Arena.

Já a volta de Tite, após ano sabático, em 2014, foi coroada com o título Brasileiro de 2015. No meio da temporada seguinte ele acabou sendo convidado para dirigir a seleção brasileira, cargo que ocupa desde então.

Alessandro virou dirigente logo após pendurar as chuteiras, em 2014. Na nova área, ele faturou os Brasileiros de 2015 e 2017 e os Paulistas de 2017 e 2018. Em 2019 ele deixou o clube, mas, após duas temporadas desempregado, foi convidado pelo presidente Duílio Monteiro Alves para assumir a gerência de futebol do Timão.

Além do Mundial, Paulinho conquistou pelo Corinthians o Campeonato Brasileiro de 2011, a Libertadores de 2012 e o Paulistão de 2013. Ele disputou 167 jogos e marcou 34 gols pelo clube, de 2010 a 2013.

O jogador está livre no mercado desde setembro, quando se encerrou a passagem-relâmpago dele pelo Al-Ahli, da Arábia Saudita.

Aos 33 anos, o ídolo alvinegro vai assinar contrato de duas temporadas.

Com Paulinho já acertado, o Corinthians prioriza agora a contratação de um centroavante e de um zagueiro para 2022.

Postar um comentário

0 Comentários