ALEP realiza hoje nova audiência pública sobre pedágio no PR sob o impacto de morte de caminhoneiro

PARCEIROS DO SITE


 

ALEP realiza hoje nova audiência pública sobre pedágio no PR sob o impacto de morte de caminhoneiro

 ALEP realiza hoje nova audiência pública sobre pedágio no PR sob o impacto de morte de caminhoneiro

Daqui a pouco, a partir das 14 horas, a Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) realiza mais uma audiência pública sobre o modelo do pedágio. O evento ocorrerá sob o impacto da morte de um caminhoneiro de 30 anos, que, na madrugada desta quarta-feira (13/04), se chocou na mureta da praça de pedágio desativada em São Luiz do Purunã, município de Balsa Nova, Região Metropolitana de Curitiba, a 43 km da capital.

Blog do Esmael vai transmitir ao vivo a audiência pública promovida pela Frente Parlamentar sobre o Pedágio, que será remota.

Devido ao abandono da rodovia com o fim dos contratos de pedágio e, consequentemente, das estruturas de concreto, que se transformam em armas, o motorista não enxergou o obstáculo na BR-277. O local não tem iluminação nem sinalização adequados, o que concorreu para o acidente fatal. Sem visibilidade, no escuro, o caminhão bateu e arrastou a mureta por cerca de 50 metros.

A aposição afirma que o governador Ratinho Junior (PSD) sabia que o abandono das rodovias e das praças de pedágios poderiam causar mortes.

Os parlamentares oposicionistas dizem que a perda do jovem caminhoneiro era anunciada, assim como de outros usuários de rodovias no Paraná, são tragédias anunciadas e essas vidas poderiam ser preservadas.

Além da insegurança nas estradas, a Frente Parlamentar sobre o Pedágio enfrenta o projeto do governo que prevê a implantação de 15 novas praças de pedágio na nova modelagem.

Fonte: Esmael Moraes

Postar um comentário

0 Comentários