Município do Norte Pioneiro registra morte causada pela Dengue

PARCEIROS DO SITE


 

Município do Norte Pioneiro registra morte causada pela Dengue

 

Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet









O boletim semanal da dengue publicado nesta terça-feira (14) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirma a morte de mais dez pessoas no Paraná pela doença e eleva para quase 97 mil o número de casos confirmados. Um dos óbitos foi registrado no Norte Pioneiro.

Os dados são do 42º Informe Epidemiológico, do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1º de agosto e deve seguir até julho deste ano.

Os dez novos óbitos somam-se aos 41 anteriores desse período, totalizando 51 mortes por dengue no Estado entre 2021 e 2022. As mortes ocorreram entre os dias 7 de março e 11 de maio em Pato Branco (2), Verê (2), Medianeira (1), Umuarama (2), Arapongas (1), Cambé (1) e Ribeirão do Pinhal (1). São três mulheres e sete homens, com idades entre 28 e 93 anos, sendo que cinco deles tinham comorbidades.

Até o momento, são 211.229 casos suspeitos, com 96.956 confirmações, em 349 municípios, ou seja, 87,46% dos municípios paranaenses. Segundo a Saúde, 315 registraram autoctonia, quando a dengue é contraída no município de residência.

“Estamos a 45 dias para fechar o período sazonal epidemiológico da dengue. Temos de continuar a monitorar e remover potenciais criadouros para evitar a proliferação do mosquito”, alertou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

As equipes da Sesa seguem em alerta e combatendo o vetor Aedes aegypti, uma vez que o mosquito também é responsável, além da dengue, pela zika e chikungunya. Durante este período não houve registro de casos de zika e 19 casos de febre chikungunya foram confirmados, sendo 4 autóctones e 15 importados.

 

AEN


Postar um comentário

0 Comentários