Sesa confirma 11º caso de varíola dos macacos no Paraná

PARCEIROS DO SITE


 

Sesa confirma 11º caso de varíola dos macacos no Paraná

Varíola dos macacos é semelhante à varíola que já foi erradicada, mas menos severa e menos infecciosa  — Foto: Science Photo Library 

O Paraná chegou à 11ª confirmação de caso de Monkeypox, conhecida como varíola dos macacos, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa). 

A confirmação mais recente foi registrada na sexta-feira (22) e divulgada neste sábado (23). A Sesa informou que todos os casos confirmados da doença no estado, até então, são de Curitiba.

A pasta não divulgou detalhes sobre a 11ª pessoa diagnosticada, mas havia informado anteriormente que os pacientes com a confirmação no estado possuem histórico de viagem ou contato com caso confirmado.  

Até segunda-feira (18), quando a Sesa divulgou a 10ª confirmação, havia ainda outros 11 casos em investigação nos municípios de: Curitiba (7), que acabou tendo uma confirmação, Foz do Iguaçu (1), Londrina (1) e Maringá (1), além de um caso de um residente do estado de São Paulo que estava em tratamento em Umuarama

Neste sábado, a secretaria não informou atualização sobre estas suspeitas.  

As amostras de todos os pacientes foram coletadas e encaminhadas para o Laboratório Central do Estado (Lacen-PR), responsável pela articulação com o Ministério da Saúde para envio ao Laboratório de referência para casos desta doença, em São Paulo.

Emergência de saúde global

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou, neste sábado, que a varíola dos macacos tornou-se a nova emergência de saúde global. A resolução foi tomada, sem consenso, em reunião do Comitê de Emergência da Varíola dos Macacos na última quinta-feira (21).  

Segundo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a decisão foi tomada para melhorar a resposta internacional ao vírus, que se espalhou por mais de 75 países.

 

Postar um comentário

0 Comentários