Sanepar é condenada a indenizar família em R$ 10 mil por demora em ligação de água

PARCEIROS DO SITE


 

Sanepar é condenada a indenizar família em R$ 10 mil por demora em ligação de água

Justiça considerou a demora de 11 dias uma prática abusiva — Foto: Reprodução/RPC

Justiça considerou a demora de 11 dias uma prática abusiva — Foto: Reprodução/RPC

A Sanepar foi condenada a indenizar uma família de Londrina, no norte de estado, em R$ 10 mil por demorar 11 dias para fazer uma ligação de água em um apartamento. Em janeiro deste ano a família se mudou para o Centro da cidade e ficou uma semana e meia sem água.

De acordo com a Resolução 003/2020 da Agência Reguladora do Paraná (Agepar), que regulamenta os serviços de saneamento no estado, a Sanepar é obrigada a fornecer o serviço em até quatro horas após o pedido do consumidor.


O prazo também é válido para feriados e finais de semana.


No caso de Londrina, a Justiça considerou a demora de 11 dias uma prática abusiva e condenou a companhia por danos morais.


Como a família precisou de carros por aplicativo para tomar banho em outros lugares, mais R$ 72,74 deverão ser pagos por danos materiais, além dos honorários advocatícios.

Não cabe mais recurso à decisão porque os prazos se esgotaram sem apresentação de recurso.


A Sanepar informou, em nota, que o caso está sendo analisado pelo setor jurídico da empresa.


Demora na ligação


A família pediu a ligação de água no apartamento no dia 13 de janeiro. Segundo o processo, a Sanepar deu um prazo de quatro dias para fornecer o serviço e não cumpriu.


No dia 18 de janeiro a moradora ligou para a empresa, que pediu mais 48 horas.


No dia 20 de janeiro o apartamento ainda estava sem abastecimento, e novamente a companhia foi acionada por telefone.


O serviço foi executado apenas no dia 24 de janeiro.

Postar um comentário

0 Comentários