Homem é condenado a 29 anos após matar companheira e compartilhar fotos do crime no Norte Pioneiro do PR

PARCEIROS DO SITE


 

Homem é condenado a 29 anos após matar companheira e compartilhar fotos do crime no Norte Pioneiro do PR

 

O Tribunal do Júri condenou a 29 anos de prisão em regime fechado, em Abatiá, no norte pioneiro do estado, um homem que foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar a companheira. O fato ocorreu em dezembro de 2022, quando o réu foi até a casa da vítima e a matou com golpes de faca, tendo publicado fotos do crime em seu status de aplicativo de troca de mensagens (WhatsApp) logo após a prática do delito.

De acordo com o inquérito policial sobre o caso, o denunciado – agora condenado – motivado pela não aceitação do fim do relacionamento que mantinha com a vítima, utilizando-se de dissimulação, foi até a residência da então companheira supostamente para assistir a jogo de futebol da Copa do Mundo.

Após induzir o filho do casal a deixar o local, ele trancou a casa e a matou. O julgamento foi realizado na última segunda-feira, 30 de outubro, quando o Conselho de Sentença acatou as teses sustentadas em denúncia pela Promotoria de Justiça de Ribeirão do Pinhal, reconhecendo as qualificadoras de feminicídio, motivo fútil e dissimulação. (Rádio Web CP com conteúdo da assessoria de comunicação do MPPR).

Postar um comentário

0 Comentários