Jovem em situação de rua é aprovada em primeiro lugar no vestibular em Ponta Grossa

PARCEIROS DO SITE


 

Jovem em situação de rua é aprovada em primeiro lugar no vestibular em Ponta Grossa

 

Uma história de superação! Vanusa Jaqueline dos Santos, de 21 anos, uma órfã que vivia em situação de rua e vendia paçoca para sobreviver, foi aprovada em primeiríssimo lugar no vestibular da Universidade Estadual de Ponta Grossa, no Paraná.

Com determinação, ela economizou um pouco do dinheiro das vendas para comprar um celular e estudava usando o wi-fi da rodoviária da cidade. Agora, essa jovem inspiradora está pronta para iniciar o curso de Letras na modalidade de Educação à Distância (EaD).

Depois que toda a história repercutiu, muita gente se juntou e deu uma ajuda em dinheiro para que ela pudesse ter um cantinho para morar. Assim, Vanessa conseguiu alugar um quarto no centro da cidade.

Órfã de pai e mãe

A vida da Vanusa teve momentos difíceis. Ela perdeu a mãe quando tinha apenas 11 anos, em um acidente de carro em Santa Catarina.

A mãe era jovem, tinha só 25 anos e a teve quando ainda era adolescente, com apenas 13 anos.

Depois desse acontecimento, Vanusa foi morar com o pai em Ponta Grossa. No entanto, cinco anos depois, ele descobriu um câncer, faleceu e a jovem ficou órfã. 

De família, ela ainda tem dois irmãos, um de 16 e outro de 15 anos. Eles se falam só de vez em quando.

Muito apoio

Vanusa recebeu apoio valioso da psicóloga do Centro POP, que cobriu sua taxa de inscrição para o vestibular da UEPG.

Com determinação, ela se destacou ao conquistar o primeiro lugar na seleção pelo sistema de cotas de escola pública e o quinto lugar pelo sistema de cotas universal.

Postar um comentário

0 Comentários