Whatsapp Disk Denúncia 24Hs da Polícia Militar completou 2 anos, com resultados positivos

PARCEIROS DO SITE


 

Whatsapp Disk Denúncia 24Hs da Polícia Militar completou 2 anos, com resultados positivos

 

Canal de Denúncia via WhatsApp do 18° Batalhão de Polícia Militar Completou em agosto de 2023 Dois Anos com muito Sucesso

O 18° Batalhão de Polícia Militar, sediado em Cornélio Procópio, comemora o segundo aniversário do seu canal de denúncia via WhatsApp, destinado exclusivamente aos 20 municípios que compõem a área de atuação da corporação na região.

O número, (43) 9 9957-8935, tem se mostrado um recurso eficaz para receber denúncias de maneira anônima, permitindo que a comunidade contribua ativamente para a segurança local. Seja por meio de mensagens de texto, fotos ou vídeos, as informações enviadas são registradas de forma sigilosa e analisadas pela equipe operacional, possibilitando uma resposta ágil e eficiente.

Desde o seu lançamento, as cidades abrangidas, como Cornélio Procópio, Uraí, Nova Fátima, Leópolis, Sertaneja, entre outras, têm utilizado o serviço de forma constante. O canal opera 24 horas por dia, reforçando o compromisso da instituição com a segurança da comunidade.

Um dos diferenciais desse canal é a garantia total de sigilo ao denunciante, proporcionando um ambiente seguro para que a população colabore ativamente no combate à criminalidade. O sucesso e a continuidade desse recurso destacam a importância da participação da comunidade na construção de uma região mais segura e protegida. 

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é xzzxzxzx-1024x756.jpg

É importante lembrar que este novo canal é para denúncias, para as devidas diligências, enquanto o tradicional número 190, continuará sendo utilizado   para atender situações de emergência.


Com a criação do disque denúncias via WhatsApp a Polícia Militar espera facilitar ainda mais o acesso do cidadão ao serviço de investigação, simplificando e tornando mais rápida a comunicação e assim realizar um combate mais eficaz contra a criminalidade na região. 

Postar um comentário

0 Comentários